A revolução do preenchimento facial

Fotos: Edy Fernandes

Por: Patrícia Leiva

De preenchimento com ácido hialurônico você já deve ter ouvido falar. A técnica tem sido utilizada já há alguns anos para tratar envelhecimento, olheiras profundas e repor volumes perdidos. Mas, quando se fala em dermatologia estética, a busca por resultados cada vez mais personalizados é constante. Entre as mais badaladas inovações tecnológicas, acaba de ser desenvolvido o MD Codes (sigla para Medical Codes ou, em bom português, Códigos Médicos), que proporciona rejuvenescimento facial imediato, sem cortes. “Esta técnica enfatiza a avaliação global do rosto, dando enfoque às desproporções e perdas de tecido gorduroso, vazios e sombras de cada paciente. Feita uma análise completa, utiliza-se o preenchedor em pontos definidos, alcançando resultados naturais e uma reestruturação do formato e contorno facial”, explica Bruno Vargas, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Ele explica que o procedimento consiste na identificação de uma série de pontos que mapeiam a face, permitindo alcance mais apurado dos locais em que deve ser realizado o preenchimento à base de ácido hialurônico. “O tratamento é feito sob medida para cada paciente e realizado em consultório. Não é necessário tempo de recuperação. O paciente sai dali pronto para voltar ao trabalho ou ir a alguma festa”, destaca o dermatologista. Ele acrescenta que o ácido hialurônico pode ser aplicado nas sobrancelhas, olheiras, maçã do rosto, bigode chinês, queixo, lábios e testa.


Leia na integra:

Edição 45 aqui no site ou externo

Dispositivos Android

i_google_play

Dispositivos IOS 

i_apple

 

Comentarios

Comentarios