Canal Exclusive
Revista Online

Começa hoje o Circuito Aproxima - Gastronomia Sustentável

por Redação | publicado em terça, 06 de novembro de 2018



Onze bicicletas foram customizadas por designers mineiros, visando despertar o olhar para a gastronomia sustentável. Elas ficarão à mostra na rua Antônio de Albuquerque, na Savassi, de 19/10 a 11/11. Ao todo, 26 estabelecimentos participam do roteiro com pratos especiais

A GASTRONOMIA SUSTENTÁVEL estará em evidência na região da Savassi, entre os dias 19/10 a 11/11. Este é o tema da 5ª edição do Circuito Aproxima, que conta com a participação de 26 estabelecimentos em um roteiro de dar água na boca. Para conferir um charme ainda mais especial ao evento, onze designers mineiros foram convidados para customizar bicicletas, tendo como desafio despertar o olhar para o tema da sustentabilidade e inspirar novas ações.

A agência Nemer Fornaciari Design criou a Bike “O Consumo me Consome”, com o conceito de bicicleta-utilitária, que representa a relação do homem com o consumo e a natureza. Já Rafael Maia criou a bicicleta “chácháchá”, com três blends de chás feitos com ervas colhidas por ele no quintal da casa de sua avó.

A Greco Design cuidou da leveza no uso do entorno, no deslocamento urbano, no processo de cultivo dos alimentos, nas palavras e na relação com os outros. Como que numa alusão ao cavalo com asas, a bicicleta fala do peso versus a leveza. A artista plástica Clara Valente também foi fundo na essência do Circuito Aproxima e, usando técnicas comospray, colagem, assemblage e tinta acrílica criou a Satio (que em latim quer dizer sazonal). É, portanto, uma bicicleta com balaio de bambu, galhos de árvores secas e frutas da estação tara catar e levar para casa.

Por outro lado, a Tropical Design Club criou delírios tropicais, explosões de alegria, pitadas de verão na “POC” – uma combinação de pedal e sustentabilidade na produção de pipoca. Fred Bandeira, da Agência Casasanto, deu vida à “Vaca Bike”. “A ideia veio a partir da busca por um símbolo importantíssimo para a Minas Gerais. A vaca é um animal que promove a transformação da energia contida em algo não comestível, como a grama, em um produto básico da gastronomia mundial, que é o leite. Ela aproxima o campo da nossa mesa”, explica.

O Coletivo Alpendre + Cacá Cabral fizeram a “Kokebike”, inspirada na arte contemplativa do Kokedama, unindo horta urbana, plantas alimentícias não convencionais e mobilidade. Ainda neste pensamento da pólis, Fernando Maculan e Felipe Fontes criaram a “Sintropicana”, pensada para ser a bandeira de um movimento que carrega e populariza o pensamento sintrópico para um novo estilo de vida urbano, onde consciência corporal, social, ecológica, econômica, cultural e de cidadania são partículas fundamentais em um sistema de equilíbrio e reposição contínua de energia.

O Estúdio Lampejo e o designer André Victor foram um pouco mais longe e, com a bike “Eu não ando só”, propôs uma ação performática coletiva que parte do uso e do compartilhamento efetivo da bicicleta oferecida pelo Circuito Aproxima. A ação convida ao uso cotidiano da bicicleta como signo da democratização do transporte e do acesso à cidade, articulando uma rede de pessoas. O usuário que estiver na posse da bicicleta poderá usá-la livremente na cidade para se deslocar, podendo criar interferências visuais na sua estrutura, e então deverá passá-la adiante para outro usuário de sua escolha. A ação vai acontecer por tempo indeterminado, sem que haja um prazo para seu encerramento. O percurso da bicicleta poderá ser acompanhado através da #eunãoandosó e do instagram @bikedacidade

Participam ainda da instalação a artista Maria Cândida Vecchi e o designer gráfico Luis Matuto. As bikes ficarão expostas na rua Antônio de Albuquerque, também conhecida como “Via Albuquerque. “Nosso objetivo é provocar uma reflexão sobre a importância de se pensar na sustentabilidade no dia a dia. Por isso, convidamos vários empresários e designers para abraçarem esta causa”, ressalta o idealizador do Circuito Aproxima, o gastrônomo Eduardo Maya.

SOBRE A GASTRONOMIA SUSTENTÁVEL - “Atualmente, a sustentabilidade deve fazer parte da estratégia do negócio, pois é um forte diferencial competitivo e é fundamental que todas as empresas contribuam com questões socioambientais uma vez que, a cada ano, estamos retirando do planeta mais recursos naturais do que ele consegue repor”, destacou a consultora Luana Ferreira, da Sair do Casulo, empresa especializada em Gestão e Educação para a Sustentabilidade.

Para entrar no Circuito Aproxima, representantes de todos os estabelecimentos participaram de três oficinas de sustentabilidade, sendo uma delas específica de compostagem com a Morada da Floresta, de São Paulo, uma empresa que contribui há 20 anos com empresas, escolas, casas e apartamentos para que o resíduo orgânico seja transformado em adubo no seu próprio local de geração.

As outras oficinas tiveram a contribuição do Expresso 500, com Bruno Guimarães e Edmar Guimarães, além da palestra da consultora Luana Ferreira sobre sustentabilidade. “O Expresso 500 foi um convidado especial por ser uma das casas de gastronomia mais sustentáveis de BH, com diversas práticas que fecham o ciclo”, concluiu Eduardo Maya.

“Ficamos muito felizes em participar deste tema, pois a comida vegana é uma das mais sustentáveis que existe. No Circuito, vamos apresentar a ‘Jaca Atolada’, que é nosso carro chefe no restaurante. Ele é feito com a parte que sobra da Jaca e normalmente é jogada fora. Além disso, lembra muito o prato tradicional feito com carne, sendo uma ótima alternativa para quem deixou de comer carne”, contou a sócia do Vegan’s 2Go, Camila Marques, que recebe a fruta do Norte de Minas.

O Circuito Aproxima tem o patrocínio da Cervejaria Wäls, do Uber, do Verdemar e da Vilma Alimentos.

Conheça todos os estabelecimentos participantes, seus pratos e ações sustentáveis:

1) A PÃO DE QUEIJARIA

Fish and Cheese - R$ 24 (Pão de queijo recheado com filé de Tilápia empanado na farinha de pão de queijo e Aioli com acelga. Acompanha uma porção de batata rústica e aioli à parte)

Ação sustentável: Utilização de queijos artesanais produzidos por pequenos produtores mineiros, das regiões da Canastra, do Salitre e D'Alagoa; utilização de verduras orgânicas na preparação dos pratos; recolhimento e dispensa responsável do óleo utilizado na fritura dos alimentos.

2) ACADEMIA DO CAFÉ - SAVASSI

Sanduba Minas com Doce de Leite Majestic - R$ 25 (pão de forma artesanal recheado com queijo canastra e queijo prato feitos na chapa com manteiga e coberto de doce de leite majestic acompanhado do café do Bruno na V60)

Ação sustentável: Prioriza fornecedores locais, não utiliza canudos de plástico, os copos biodegradáveis, e evita gerar lixo de algumas formas, sendo que uma delas é oferecer água de cortesia aos clientes, evitando o descarte de garrafas de plástico.

3) CABERNET BUTIQUIM

Tábua que Aproxima – R$ 59 (bombom de queijo de Montes Claros, rosbife de carne de sol, snack de surubim defumado e bolinho de moranga)

Ação sustentável: Cerca de 90% dos produtos são de pequenos produtores, valorizando produtos locais e contribuindo com o uso menor de veículos.

4) CAFÉ COM LETRAS - SAVASSI

Sanduíche Pernil de Lata – R$ 35 (Pão ciabatta com pernil de lata e empanado na panko, requeijão de raspa, mel de jataí e couve Cavolo Nero acompanhado por chips de baroa)

5) CAMARADERÍA GASTROBAR

Risoto de ora-pro-nobis com cogumelos – R$ 34,90 (risoto de ora-pro-nobis com castanhas, palmito, aspargos, palmito, tomate sweet grape e cogumelo shitake)

Ação sustentável: Uma casa 100% vegana, preocupada com um estilo de vida mais sustentável e uma dieta mais saudável, focando nos alimentos e artigos de produtores locais.

6) CASA GASTRONÔMICA EXPRESSO 500 (Convidado Especial)

Uaipim - R$ 58 (cupim defumado com purê de mandioca, farofa de limão capeta, pipoca de tapioca e ervas da horta)

Ação sustentável: Coleta seletiva de resíduos, compostagem, horta orgânica, captação da água de chuva, aquecedor solar, energia fotovoltaica, micro geração eólica, valorização de produtos regionais e disseminação da conscientização ambiental.

7) DONA DERNA

Jarret de Porco Flambado na Cachaça com Favas e Arroz de Pequi. – R$ 60 (jarret de porco flambado na cachaça e cozido com legumes e favas. Acompanha arroz de pequi)

Ação sustentável: Reciclagem de Óleo usado.

8) DUKE 'N' DUKE SAVASSI

Burger - "Lô (Borges)" - R$ 42,50 (Pão de sal, Burger de picanha 180g, Crispies de Couve, Queijo canastra maçaricado, geleia de jabuticaba levemente picante e bacon. Acompanha batata Duke chips ou Duke fries)

Ação sustentável: Apoio a produtores locais, separação do lixo reciclável do orgânico, separação do óleo de cozinha para reciclagem e preferência por bebidas que usam garrafas de vidro retornáveis.

9) GREENFOOD SAVASSI

Hambúrguer funcional de patinho em crosta de castanha e queijo mineiro – R$ 28 (Hambúrguer de Patinho funcional em crosta de castanha finalizado com lascas de queijo minas, purê de baroa com chia e confit de legumes com especiarias)

Ação sustentável: Utilização de produtos frescos e naturais. Não utiliza condimentos e produtos industrializados, valorizando os produtores locais.


10) LA BASTILLE CRÊPERIE PÂTISSERIE

Galette Tiradentes – R$ 28 (crepe com Farinha de Sarraceno, Carne Seca e Três Queijos - Mussarela, Gruyere e Queijo Canastra)

Ação sustentável: pequenos produtores locais e ervas aromáticas da própria horta.


11) LA TRAVIATA

Carré suíno – R$ 45 (Carré suíno ao molho de jabuticaba, couve crocante e gnocchi de milho)

Ação sustentável: Utilização de lâmpadas de LED e captação de água da chuva.

12) LIVRARIA DA RUA

Sanduiche da rua - R$ 16 (Pão artesanal de abobrinha, azeite e ervas, queijo canastra artesanal, rúcula e tomate cereja orgânicos, feito na chapa e servido quente)

Ação sustentável: ingredientes de produtores locais.

13) LULLO GELATO - SAVASSI

Gelato de castanha de baru com leite de amêndoas – R$ 12 Tamanho Piccolo (gelato elaborado com castanha de baru e leite de amêndoas. Vegano, sem lactose e sem glúten)

Ação sustentável: Copos biodegradáveis, embalagens de louça e vidro. Retirou os porta guardanapos da área externa, otimizando o consumo e evitando o desperdício, prioriza fornecedores locais e reaproveita embalagens sempre que possível.

14) OOP COFFEE

Trio da Serra - $16 (Café, queijo e mel da região da Serra da Mantiqueira)

Ação sustentável: Cafés especiais produzidos na própria fazenda Fortaleza, onde cultiva também o mel. Usa técnica que elimina o uso de herbicidas no insumo do rebanho e na adubação orgânica do solo, sendo referência para outros produtores locais.

15) ORGANIC SALADERIA

Salada à mineira – R$ 16 – Chá gelado – R$ 9 (Mix de folhas, tomates confiados com queijo do Serro maçaricado ao pesto, folhas de cenoura. Acompanha farofa crocante de quinoa com talos de couve, cubos bacon, banana e cebolinha. Chá gelado: casca de laranja, abacaxi, capim limão e mel silvestre)

Ação sustentável: Alguns produtos orgânicos e aproveitamento integral dos alimentos.

16) PARRILLA VERDEMAR

Galeto desossado com batata assada à provençal – R$ 46,90 (galeto desossado e grelhado na parrilla. Carne macia e suculenta com exclusivo tempero. Acompanha batata assada na brasa, com recheio de ervas – azeite, alho, salsinha e cebolinha).

Ação sustentável: única rede de supermercados no Brasil que não distribui —nem vende— sacolas plásticas descartáveis. Preza por lojas sustentáveis, que contam com pontos de coleta seletiva; caixas ecológicas para descarte das embalagens desnecessárias; e economia de energia e consumo de água, utilizando lâmpadas de led e torneiras inteligentes, entre outras características. As práticas incluem também a mobilização dos colaboradores, que são orientados a adotar hábitos ambientalmente responsáveis.

17) PITZA 1780

Pizza de Bacon Artesanal – R$ 19,90 (pizza de 30cm, 6 pedaços, feita com muito bacon).

Ação sustentável: produção própria de vários ingredientes e valorização de pequenos produtores locais, colaborando para o movimento Carbono Zero.

18) PIZZA SUR

Empanada 3 queijos de Minas – R$ 10 (Empanada com recheio de um blend de 3 queijos de Minas)

Ação sustentável: apoio a pequenos produtores locais de queijos Minas.

19) POKE SIM

Poke Aproxima – R$ 22 P e R$ 32 G (Mix de folhas PANC, uma fruta e outros ingredientes disponíveis no dia)

Ação sustentável: utilização de produtos frescos, de pequenos produtores locais.

20) REDENTOR

Pancetta à Pururuca acompanhada de pesto de couve e farofa de couve – R$ 38

Ação sustentável: Utilização de energia limpa e renovável, através de uma fazenda de produção de energia elétrica solar.

21) REX BIBENDI

Cake de Mandioca com Ragu – R$ 40 (Purê de mandioca + Ragu de linguiça em camadas e queijo do Serro gratinado. Sugestão de acompanhamento: Vinho Primeira Estrada Chardonnay.

Ação sustentável: Coleta seletiva de garrafas, caixas para mobília da loja, insumos de micro produtor rural que utiliza de métodos sustentáveis de produção, com produtos naturais e sem conservantes.

22) RICKS CAFÉ PASTELARIA

Pastel de carne de sol com requeijão; queijo canastra curado; romeu e julieta - R$ 4 a R$ 5,50

Ação sustentável: Recolhimento e reciclagem de óleo, recolhimento de latinhas de para destinação a empresas de reciclagem, reutilização do pó de café como adubo na agricultura e utilização de lâmpadas de led na iluminação da loja.

23) SANTAFÉ

Canela de porco Duroc com angu de moinho d'água e especiarias – R$ 49 (Canela de porco Duroc assada lentamente com angu de moinho d'água, cebola glaceada e especiarias)

Ação sustentável: Canudos de papel para as bebidas, coleta seletiva do lixo, todos os colaboradores possuem caneca individual, reciclagem do óleo, aproveitamento integral dos alimentos e apoio aos pequenos produtores.

24) SAVÁ PUB

Pork burger – R$ 29,90 (Pão de sal, burger de pancetta e lombo suíno, requeijão de raspa, acelga, bacon caramelizado com melaço de cana e aioli de limão capeta)

Ação sustentável: Uso de embalagens recicláveis no delivery, mesas feitas com tambores usados, utilização de lâmpadas de LED, reaproveitamento de água da chuva e promoções para clientes que forem de bicicleta.

25) SVÄRTEN MUGG TAVERNA

Vit Fisk Smørrebrød – R$ 36,90 (sanduíche aberto dinamarquês com conserva agridoce de peixe branco curado, marinada com limão-siciliano, picles de cebola roxa ao dill, cobertos com caviar de mostarda escura, mel, azeite, molho cítrico de mostarda e alcaparras). O prato será vendido isoladamente ou harmonizado com um cocktail Yvy Gin n' Tonic, sando a R$ 47,90 o combo.

Ação sustentável: O óleo vegetal usado é reciclado para ser transformado em produto de limpeza, o agrião é hidropônico, o mel e o azeite são artesanais, o caviar é sustentável (as sementes de mostarda passam por um processo de hidratação), e o cocktail é servido sem canudo. A casa, como um todo, sugere aos seus clientes que não façam uso de canudos em quaisquer bebidas.

26) VEGAN'S 2GO

Jaca atolada – R$ 18 (Jaca verde desfiada com mandioca)

Ação sustentável: 100% Vegano, prioriza alimentos de produtores locais e orgânicos. Pratos elaborados com ingredientes frescos e de origem. Reaproveitamento de integral dos alimentos.

Fotos: Victor Schwaner


Comentários

Mais lidas

Card image cap
Por que fazemos o que fazemos?

Ler matéria
Card image cap
Projeto Cidade do gás

Ler matéria
Card image cap
1ª corrida contra o câncer beneficia ONG que doa perucas para pacientes oncológicos

Ler matéria
Card image cap
Uma goleada do Vila da Copa

Ler matéria
Card image cap
Rede internacional de sorvetes Cold Stone Creamery inaugura loja em BH

Ler matéria