Canal Exclusive
Revista Online

Mito ou verdade: as pessoas engordam mais no inverno?

por Redação | publicado em segunda, 09 de julho de 2018


Especialista dá dicas para evitar comidas calóricas no período

Chocolates quentes, capuccinos, trufas e aquele pãozinho quente com manteiga passam a fazer parte de um cardápio quase que diário nos dias mais frios. Muito se ouve que, durante o inverno, o nosso metabolismo fica lento, pois temos uma necessidade natural de acumular gorduras para nos aquecer. Então, as pessoas passam a comer mais e acabam engordando com mais facilidade. Entretanto, acontece exatamente o oposto com o nosso organismo.

Mas, o que ocorre é que o organismo produz mais calor e o metabolismo fica mais acelerado para manter a temperatura do corpo, ou seja, não é verdade que as pessoas precisam comer mais no inverno. Essa necessidade não vem do organismo, mas pode vir das emoções. Dá para comer coisas quentinhas sem comprometer o peso. Um exemplo são sopas e caldos com legumes e verduras, e uma proteína, como frango.

Por isso, para não engordar no inverno é importante manter a disciplina e colocar a atividade física como prioridade. Sempre é bom lembrar também do básico: mastigar devagar, dormir bem e preferir alimentos menos processados, que contribuem para prolongar a saciedade e ajudam na manutenção do peso.

Outro ponto que merece atenção é a hidratação. Mesmo com as temperaturas baixas é extremamente importante consumir líquidos. Complementar o consumo com chás de ervas naturais ajuda, mas nada substitui a água. Além de manter o corpo hidratado, ingerir ao menos dois litros por dia ajuda a evitar a inconveniente retenção de líquidos. O grande problema disso é que ela normalmente se reflete na balança.

Como eliminar os quilos a mais?

Para quem está acima do peso ou já atingiu algum grau de obesidade, o primeiro passo é sempre a mudança de hábitos com a prática adequada de atividade física, uma alimentação saudável, além de apoio psicológico, se necessário. Mas, se você já tentou diversas dietas sem sucesso e possui o Índice de Massa Corporal (IMC) acima de 27, pode recorrer a algum tratamento que seja aprovado pela ANVISA no país. Além disso, é neste período que as pessoas já começam a se preocupar com a aproximação do Verão, e que na verdade deveria ser uma preocupação durante o ano todo.

Entre as técnicas disponíveis atualmente, está o uso de um balão intragástrico para potencializar a perda de peso, sendo um procedimento endoscópico e menos invasivo. Já nos casos extremos e de obesidade mórbida, a cirurgia bariátrica é a mais indicada. Além disso, para os pacientes que realizaram a bariátrica, mas voltaram a ganhar peso o procedimento de Plasma de Argônio pode ajuda-los a emagrecer novamente. Mas, todas as técnicas devem ser realizadas sempre por um médico endoscopista.

Fonte: Bruno Sander, cirurgião endoscopista, gastroenterologista e nutrólogo. É diretor clínico do hospital dia Sander Medical Center, em Belo Horizonte (www.sandermedicalcenter.com.br).


Comentários

Mais lidas

Card image cap
Por que fazemos o que fazemos?

Ler matéria
Card image cap
Projeto Cidade do gás

Ler matéria
Card image cap
1ª corrida contra o câncer beneficia ONG que doa perucas para pacientes oncológicos

Ler matéria
Card image cap
Uma goleada do Vila da Copa

Ler matéria
Card image cap
Rede internacional de sorvetes Cold Stone Creamery inaugura loja em BH

Ler matéria