Belo Horizonte, 21/08/2019

3 tratamentos para acabar com as manchas na pele

por Redação | publicado em quinta, 18 de abril de 2019



Avaliação médica é essencial para definir o melhor procedimento

Com o final do verão e a chegada do outono, alguns problemas de pele tornam-se mais visíveis e, consequentemente, a busca por tratamentos aumenta nos consultórios de dermatologia. Devido ao sol e alguns hábitos frequentes da estação anterior, as manchas na pele ficam mais visíveis e se transformam em um dos principais incômodos das pessoas. A boa notícia é que, atualmente, existem diversas formas eficazes e simples de tratar o transtorno.

A dermatologista Lívia Lavagnoli, explica que o sol, produtos como cloro e outras substâncias utilizadas em piscinas, entre outros locais, são os principais responsáveis pelo crescimento das manchas de pele. “No verão, uma pequena distração já pode auxiliar no surgimento de tais manchas. Portanto, os cuidados devem ser redobrados. Mas, caso ocorra algum descuido, é recomendado procurar um especialista imediatamente”.

Lavagnoli alerta sobre os riscos de cuidar das manchas sem ajuda médica. “Às vezes, alguns produtos podem piorar a situação quando utilizados de maneira incorreta ou em locais indevidos. Além disso, cada pessoa possui um tipo de pele, então, nem sempre, o que é bom para um paciente também será eficaz para o outro”, esclareceu.

Tratamentos

Para tratar as manchas de pele, hoje em dia, estão disponíveis no mercado diversas opções, de acordo com a dermatologista. “Podemos utilizar desde cosméticos a procedimentos mais específicos com uso de ácidos, lasers ou o famoso peeling”, comentou Lívia. Ela explica quando os procedimentos são indicados. Confira:

- Ácidos: Neste caso, o produto pode ser usado para diminuir a pigmentação em certos locais da pele. Ideal para acabar com manchas causadas pelo sol. Basicamente, o tratamento é feito com uma agulha e o ácido é injetado nas partes necessárias. “Existem diversos tipos de ácido. Para definir o melhor a ser utilizado, irá depender do nível de pigmentação e do organismo de cada paciente”.

- Lasers: Ideal para quase todo tipo de manchas, até mesmo sardas, os lasers são aplicados através de disparos de luz que atingem com precisão o local das manchas. Geralmente, são necessárias entre quatro a cinco sessões para obter o resultado completo. Assim como no caso dos ácidos, tudo vai depender da necessidade de cada paciente.

- Peeling: Este tratamento é feito da maneira tradicional, utilizando cremes para realizar uma profunda esfoliação na pele. Porém, este método é mais indicado para a área facial, mas também pode ser utilizado em outras partes do corpo dependendo de cada caso.

Fonte: Lívia Lavagnoli, médica dermatologista, membra da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e especialista em tricologia médica (@dralivialavagnoli).


Comentários