Belo Horizonte, 20/07/2019

Alexandre Mancini expõe no Restaurante do Ano

por Redação | publicado em terça, 25 de setembro de 2018



Alexandre Mancini criou entre 2016 e 2017 desenhos em papel propondo a si novos caminhos azulejares onde os painéis são tratados como obras autônomas de forte caráter concreto, não mais formadas pelas partes, mas sim pelo todo. Emancipando suas criações das questões arquitetônicas o artista assume os azulejos como suporte formal para sua arte.

Quando em seu momento de criação, debruçado sobre sua prancheta, Mancini explora as possibilidades de formas, cores, movimento, proporção e equilíbrio entre outros. São construções de algo que ainda será, mas que carregam o valor intrínseco da criação artística em uma folha de papel.

Ao propor novos caminhos em sua carreira o artista apresenta publicamente estes desenhos mantidos em acervo. 10 anos depois, o artista retorna ao Restaurante do Ano, local fundamental em sua trajetória. Nada mais justo, pessoal e repleto de gratidão.

Sobre o artista

Alexandre Mancini (Belo Horizonte, 1974), artista azulejista autodidata, iniciou em 2006 seu trabalho dedicado a azulejaria brasileira após anos de amplos estudos. Conhecedor da matéria, agiu como pioneiro na renovação desta arte a partir dos anos 2000 ao criar e produzir seus próprios painéis assim como divulgar, no Brasil e no exterior, a rica história de seus predecessores.

Foi fortemente influenciado por Athos Bulcão quanto a utilização de elementos geométricos simples em livres combinações no espaço destinando, para tanto, a montagem de seus painéis aos operários encarregados do assentamento através de regras mínimas e liberdade máxima.

A composição modular aleatória compreendida por Alexandre Mancini o levou a ser formalmente reconhecido como discípulo de Athos Bulcão através da chancela dada pela Fundação que leva o nome do mestre, a Fundação Athos Bulcão, que mantém junto a Mancini uma parceria iniciada em 2012.

Indo além, Alexandre Mancini evidencia sua essência concreta ao desenvolver painéis autônomos onde a obra não é mais formada pelas partes, mas sim pelo todo, ou seja, através de composições íntegras que permitem a emancipação destes painéis às questões arquitetônicas tornando-se, portanto, objetos de coleção.

Serviço

“Desenhos Concretos"

Abertura: 21 de setembro

Encerramento: 22 de outubro

Rua Levindo Lopes, 158 – Savassi

Horários

Segunda a sábado: 12h a 16h

Quinta a sábado: 18h a 01h30

Instagram/restaurante_do_ano

Facebook/restaurantedoano


Comentários

Mais lidas

Card image cap
Por que fazemos o que fazemos?

Ler matéria
Card image cap
Projeto Cidade do gás

Ler matéria
Card image cap
1ª corrida contra o câncer beneficia ONG que doa perucas para pacientes oncológicos

Ler matéria
Card image cap
A cultura de um povo

Ler matéria
Card image cap
Uma goleada do Vila da Copa

Ler matéria