Belo Horizonte, 03/04/2020

Aulas gratuitas de confeitaria on-line promovem qualificação para garantir renda com a Páscoa

por Redação | publicado em quarta, 25 de março de 2020



Até 31 de março, edição virtual do evento Confeitar Minas incentiva profissionais do setor durante a crise do Coronavírus

A Páscoa é uma das datas mais esperadas no calendário do varejo de alimentos. No entanto, com a população em isolamento, as expectativas de aquecimento das vendas de ovos de chocolate e outras guloseimas típicas da época foram frustradas. Agora, comerciantes e profissionais autônomos buscam alternativas para garantir algum retorno financeiro, mesmo diante das incertezas.

Com o objetivo de contribuir com a capacitação de profissionais e apresentar estratégias de gestão para os pequenos negócios, o grupo Empreendendo no Lar Doce Lar realiza mais uma edição da Confeitar Minas. Desta vez, o evento é 100% online e gratuito com transmissão ao vivo no perfil @confeitarminasoficial no Instagram, entre os dias 23 e 31 de março.

Cada live terá uma hora de duração e será aberta às 15h, com aulas de empreendedorismo que oferecem orientações e apoio motivacional para “driblar” a crise. Logo em seguida, às 17h e também às 20h, o público acompanhará oficinas de confeitaria com as principais tendências do mercado. Para quem quer aprender novas formas de se divertir em família, haverá receitas práticas para cozinhar junto com os filhos, em casa, durante a quarentena. Está confirmada a presença de renomadas profissionais do setor, como as chefes: Andréa Vidal, Carol Mesquita, Maria Lourenço e outros grandes nomes do segmento em Minas. A programação pode ser conferida nas redes sociais do Confeitar Minas.

Segundo a idealizadora do Empreendendo no Lar Doce Lar e organizadora da Confeitar Minas, Dani Formigueiro, a grande novidade desta edição é a realização de um bazar, também on-line, para a comercialização de produtos novos de confeitaria, entre forminhas e embalagens. “Sabemos que o comércio está fechado e queremos incentivar as pessoas que desejam começar a produzir. Teremos produtos a partir de R$ 1 e não estipulamos um valor limite. Toda a renda será convertida para a realização dos próximos eventos”, conta.

A empresária reforça que o momento é de união para ajudar àqueles que terão mais dificuldades de manter os negócios, multiplicando a ideia de fortalecer a economia comprando do micro e pequeno empresário. “Historicamente, a Confeitar Minas se diferencia por se propor a ampliar a renda dos participantes por meio de capacitação acessível. Desta vez, o evento se faz ainda mais necessário para colocar o pequeno negócio em condição de competitividade, afinal esse é o tipo de empresa que sofrerá com os problemas financeiros decorrentes da crise do coronavírus”, explica.

Para Dani, é possível atravessar o momento com criatividade e resiliência. “Vejo muita gente desanimada, mas os confeiteiros que já dispõem de serviços para entrega saltaram na frente e devem aumentar as vendas em até 30%”, analisa. Além disso, ela reforça a necessidade de redobrar os cuidados para evitar transmissão tanto do coronavírus, como de outras doenças. “As práticas de limpeza e higiene sempre foram indispensáveis para a confeitaria”, analisa.


Comentários