Belo Horizonte, 12/04/2021

BH e Região Metropolitana detectam nova variante do coronavírus com 18 mutações

por redacao | publicado em quarta, 07 de abril de 2021



O Laboratório de Biologia Integrativa do Instituto de Ciências Biológicas da UFMG e pelo Setor de Pesquisa e Desenvolvimento do Grupo Pardini, em colaboração com o Laboratório de Virologia Molecular da UFRJ e a Prefeitura de Belo Horizonte, descobriram uma nova variante do coronavírus em BH e Região Metropolitana. Os estudos genéticos realizados em pacientes contaminados pela Covid-19 definiram que dois entre 85 genomas de Sars-CoV-2 sequenciados apresentaram a presença de um conjunto de 18 mutações nunca indicadas anteriormente. Renato Santana, virologista da UFMG, destaca que, embora não seja possível confirmar, no momento, se essa nova variante é mais grave ou mais transmissível, ela contém mutações presentes em outras variantes que apresentam maior associação com o aumento do risco de morte pela doença. "É importante dizer que ela tem características comuns com as variantes que já estavam circulando no Brasil, mas ela também tem novas características. É como se essas variantes estivessem evoluindo", explica o virologista. Entretanto, Renato Santana ressalta que “‘ainda é cedo para a gente dizer se tem algum impacto na eficácia das vacinas".


Comentários