Belo Horizonte, 13/11/2019

Messy Eyebrow

por Redação | publicado em sexta, 26 de julho de 2019



Sobrancelhas mais naturais ganham adeptas

A naturalidade dos anos 80 estão de volta no cenário da moda e da beleza. Não é de hoje que as sobrancelhas mais grossas estão em alta, mas em 2019 o que veio para ficar são as Messy Eybrow. A musa inspiradora? Malu Mader e seu olhar selvagem!

A naturalidade está derrubando padrões, esqueça a pinça e deixe os fios rebeldes crescerem! Recententemente a atriz Fernanda Vasconcelos admitiu que parou de fazer as sobrancelhas e agora é adpeta dos fios naturais.

O expert Biel Portella, premeado em Paris como micropigmentador, aconselha a deixar a maquiagem de lado e apostar no natural:

“Para conquistar o look, uma boa dica é pentear os fios para cima. Assim você consegue um visual natural, deixando as sobrancelhas bem estilo messy. Elas podem ser mais cheias, se você preferir, ou mesmo finas. Para quem não possui uma quantidade suficiente de pêlos, a micropigmentação é uma ótima alternativa que, se bem feita, pode ter um resultado extremamente natural. A técnica fio a fio é a mais indicada”

O profissional lista abaixo dicas valiosas para ainda tem dúvidas de como manter um designer perfeito. Confira:

1- Sempre recomendo a procura de um bom profissional, de confiança e com boas recomendações. Por isso, mantenha-se longe da pinça!

2- Em hipótese alguma utilize lápis de olho ou de escrever (6B) para o preenchimento. O uso desses produtos podem ocasionar em quedas que em uma grande maioria são irreversíveis.

3 - Um método utilizado em salões e estúdios é o da micropigmentação. A técnica trás um ar natural para o designer.

4 - Não use uma tonalidade mais escura que a original. O aspecto fica pesado e feio. Utilize uma cor uniforme para o preenchimento de falhas.

5 - Nunca deixe o início da sobrancelha com o início marcado "quadradão".

6 - Caso não tenha tempo ou dinheiro para fazer com profissionais, manter a área penteada com rímel incolor fica bem legal e trás uma boa definição.


Comentários