Belo Horizonte, 15/08/2022

Ministério Público aconselha que torcidas organizadas de Cruzeiro e Atlético-MG não possam frequentar os estádios de todo o país

por redacao | publicado em terça, 15 de março de 2022



Com o intuito de banir as torcidas organizadas Máfia Azul, do Cruzeiro, e Galoucura, do Atlético-MG, dos estádios de todo o Brasil pelo período de um ano, o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) expediu, nesta terça (15), uma recomendação à Federação Mineira de Futebol (FMF). A sugestão surgiu nove dias após briga entre torcedores rivais no dia do clássico entre Cruzeiro e Atlético-MG pelo Campeonato Mineiro, que causou a morte de um cruzeirense. "O banimento consiste na proibição do uso, porte e exibição de qualquer vestimenta, faixa, bandeira, instrumento musical ou qualquer objeto que possa caracterizar a presença da torcida nos estádios ou seus respectivos entornos nos dias de jogos", explicou o MPMG. O ministério enfatizou, também, que as torcidas organizadas dos dois times não poderão frequentar, pelo mesmo período, os entornos dos estádios do país nos dias de jogos em um raio de 5 mil metros. Além disso, na parte interna dos estádios, a recomendação é que seja proibido o entoamento de cantos e similares com qualquer menção à Máfia Azul e à Galoucura.


Comentários