Belo Horizonte, 21/07/2019

MM Gerdau tem programação especial dedicada à água este mês

por Redação | publicado em sexta, 15 de março de 2019



No mês em que é celebrado o Dia Mundial da Água (22/03), o MM Gerdau – Museu das Minas e do Metal promove diversas atividades com o tema “Os minerais e o processo de tratamento da água”. Por meio de mesa redonda, oficinas e exposição o Museu debate sobre os processos que antecedem e possibilitam a oferta de água nas torneiras das casas e sobre a importância desse recurso para a saúde, visando o consumo consciente.

Entre os destaques da programação está a mesa redonda “A água como um direito”, que acontece na próxima quinta-feira (21), às 19h30, e será mediada pela diretora geral do Instituto Mineiro de Gestão das Águas (IGAM), Marília Carvalho de Melo. Participam ainda Kléber da Silva Baptista, coordenador do Instituto Octávio Magalhães (IOM/Funed) e o técnico em patologia clínica e pesquisador da Fundação Ezequiel Dias (Funed) João César da Silva.

Na ocasião, será apresentado um panorama dos recursos hídricos no estado de Minas Gerais, bem como abordada a análise das águas após desastres como o de Brumadinho. Em 2010 a Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), por meio de sua Resolução n° 64/292, reconheceu o direito à água potável e limpa e o direito ao saneamento como essenciais para o pleno gozo da vida e de todos os direitos humanos. Em 2015 na proposição dos objetivos do desenvolvimento sustentável, a ONU instituiu o Objetivo 6: Assegurar a disponibilidade e gestão sustentável da água e saneamento para todas e todos. Que reforça o direito a água.

Para Marília Carvalho, esse tipo de debate é fundamental. “A água é um elemento natural base para a produção, para a vida humana e para a preservação dos ecossistemas aquáticos. Neste contexto, se a água é um direito, a garantia do direito traz deveres compartilhados com todos, Estado e sociedade”.

Para Marília Carvalho, esse tipo de debate é fundamental. “A água é um elemento natural base para a produção, para a vida humana e para a preservação dos ecossistemas aquáticos. Neste contexto, se a água é um direito, a garantia do direito traz deveres compartilhados com todos, Estado e sociedade”.

O encontro é gratuito e faz parte do CoMciência, projeto de divulgação científica do Museu.


Comentários

Mais lidas

Card image cap
Por que fazemos o que fazemos?

Ler matéria
Card image cap
Projeto Cidade do gás

Ler matéria
Card image cap
1ª corrida contra o câncer beneficia ONG que doa perucas para pacientes oncológicos

Ler matéria
Card image cap
A cultura de um povo

Ler matéria
Card image cap
Uma goleada do Vila da Copa

Ler matéria