Belo Horizonte, 22/05/2019

MM Gerdau tem programação especial dedicada à água este mês

por Redação | publicado em sexta, 15 de março de 2019



No mês em que é celebrado o Dia Mundial da Água (22/03), o MM Gerdau – Museu das Minas e do Metal promove diversas atividades com o tema “Os minerais e o processo de tratamento da água”. Por meio de mesa redonda, oficinas e exposição o Museu debate sobre os processos que antecedem e possibilitam a oferta de água nas torneiras das casas e sobre a importância desse recurso para a saúde, visando o consumo consciente.

Entre os destaques da programação está a mesa redonda “A água como um direito”, que acontece na próxima quinta-feira (21), às 19h30, e será mediada pela diretora geral do Instituto Mineiro de Gestão das Águas (IGAM), Marília Carvalho de Melo. Participam ainda Kléber da Silva Baptista, coordenador do Instituto Octávio Magalhães (IOM/Funed) e o técnico em patologia clínica e pesquisador da Fundação Ezequiel Dias (Funed) João César da Silva.

Na ocasião, será apresentado um panorama dos recursos hídricos no estado de Minas Gerais, bem como abordada a análise das águas após desastres como o de Brumadinho. Em 2010 a Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), por meio de sua Resolução n° 64/292, reconheceu o direito à água potável e limpa e o direito ao saneamento como essenciais para o pleno gozo da vida e de todos os direitos humanos. Em 2015 na proposição dos objetivos do desenvolvimento sustentável, a ONU instituiu o Objetivo 6: Assegurar a disponibilidade e gestão sustentável da água e saneamento para todas e todos. Que reforça o direito a água.

Para Marília Carvalho, esse tipo de debate é fundamental. “A água é um elemento natural base para a produção, para a vida humana e para a preservação dos ecossistemas aquáticos. Neste contexto, se a água é um direito, a garantia do direito traz deveres compartilhados com todos, Estado e sociedade”.

Para Marília Carvalho, esse tipo de debate é fundamental. “A água é um elemento natural base para a produção, para a vida humana e para a preservação dos ecossistemas aquáticos. Neste contexto, se a água é um direito, a garantia do direito traz deveres compartilhados com todos, Estado e sociedade”.

O encontro é gratuito e faz parte do CoMciência, projeto de divulgação científica do Museu.


Comentários

Mais lidas

Card image cap
Por que fazemos o que fazemos?

Ler matéria
Card image cap
Projeto Cidade do gás

Ler matéria
Card image cap
1ª corrida contra o câncer beneficia ONG que doa perucas para pacientes oncológicos

Ler matéria
Card image cap
Uma goleada do Vila da Copa

Ler matéria
Card image cap
Rede internacional de sorvetes Cold Stone Creamery inaugura loja em BH

Ler matéria