Belo Horizonte, 02/07/2022

PBH entra com ação na Justiça para suspender licenciamento de mineração na Serra do Curral

por redacao | publicado em terça, 03 de maio de 2022



Após o Governo de Minas Gerais, pelo Conselho Estadual de Política Ambiental (Copam), ter concedido licenciamento ambiental ao empreendimento Complexo Minerário Serra do Taquaril (CMST), localizado na Serra do Curral, a PBH entrou com uma ação para pedir a suspensão da licença. Nesta terça (3), a ação foi ajuizada e distribuída à 22ª Vara Federal de Belo Horizonte, a Procuradoria-Geral do Município. No documento consta os riscos que a exploração minerária na região pode causar, como risco à segurança hídrica da capital e risco geológico de erosão do Pico Belo Horizonte, bem tombado nas esferas municipal e federal. Ainda de acordo com a prefeitura, a mineração na Serra do Curral pode causar ruídos, causando riscos à população da cidade, inclusive às pessoas no Hospital da Baleia, situado a menos de 2km de distância. Além disso, a PBH ressalta que a mineração na Serra do Curral prejudicará a qualidade do ar, visto que a atividade geraria muita poeira. Por fim, a prefeitura cita o "risco ao meio ambiente ecologicamente equilibrado", pois o Parque das Mangabeiras, inserido da Reserva da Biosfera da Serra do Espinhaço, está situado a 500m da cava norte do empreendimento.


Comentários