Belo Horizonte, 21/07/2019

Prefeitura lança edital CenaPlural 2019 para programação dos teatros municipais

por Redação | publicado em segunda, 29 de abril de 2019



A Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Fundação Municipal de Cultura, lança o edital CenaPlural 2019. O concurso selecionará espetáculos de música, teatro, dança, contação de histórias e circo destinados ao público infantil e adulto, que irão compor prioritariamente as programações artístico-culturais dos teatros municipais durante o segundo semestre do ano de 2019. As inscrições são gratuitas e devem ser efetuadas de 13 a 30 de maio. As propostas deverão ser inscritas na plataforma online Mapa Cultural BH e os documentos de habilitação entregues na sede da Fundação ainda dentro deste prazo, conforme consta nas instruções do concurso. O edital faz parte do Programa de Requalificação dos Teatros Municipais e está disponível para consulta no portal da Prefeitura.

O CenaPlural tem como objetivo fortalecer e potencializar a produção artística nos espaços públicos, promover uma programação cultural diversa e qualificada para a população belo-horizontina, além de premiar e difundir o trabalho de artistas, coletivos e grupos locais com comprovado histórico de realizações na área. Podem se inscrever proponentes nas modalidades: Pessoa Física Individual, Coletivo de Artistas de Pessoas Físicas, Microempreendedor Individual e Pessoa Jurídica.

Novidades

O técnico de Artes Cênicas da Diretoria de Promoção das Artes, Moacir Prudêncio Jr, destaca que uma das principais mudanças do CenaPlural deste ano é a forma de remuneração das propostas selecionadas. “Até então, as propostas eram remuneradas conforme a categoria em que se inscreviam. Desta vez, criamos tetos orçamentários e o valor de remuneração seguirá uma lógica de quantidade de artistas em cena, comum a todas as categorias. Quanto mais artistas, maior a remuneração”, explica.

Propostas com apenas um artista em cena terão o valor de R$ 2 mil por apresentação. Já com dois ou três artistas em cena a remuneração será de R$ 3,5 mil, enquanto com quatro ou mais artistas em cena será de R$ 5 mil. A divisão de teto por categoria definiu os valores de R$ 100 mil para dança, R$ 50 mil para circo; R$ 150 mil para teatro; R$ 50 mil para contação de histórias; e R$ 150 mil para música.

As propostas serão avaliadas de acordo com os critérios de relevância artística, clareza, qualidade técnica, adequação aos espaços, exequibilidade e capacidade da equipe profissional. Um novo destaque é a inclusão do critério protagonismo na análise das propostas. Serão pontuados com até cinco pontos projetos que proponham o protagonismo feminino, a igualdade de gêneros e/ou a promoção e a valorização do conteúdo artístico e/ou cultural das culturas negra, indígena, cigana e LGBT.

A seleção das propostas para o CenaPlural será realizada por uma Comissão Especial de Avaliação, composta por oito membros da administração pública municipal com competência nas modalidades contempladas pelo edital. Serão cinco membros representando as Artes Cênicas (Teatro, Dança, Circo e Contação de Histórias) e três membros representando a Música.

Programa de Requalificação dos Teatros

Outra novidade é que as propostas selecionadas serão direcionadas prioritariamente para os teatros municipais (Teatro Marília, Teatro Francisco Nunes e Teatro Raul Belém Machado), sendo que cada uma delas fará três apresentações em 2019. A programação será formada por pequenas temporadas de circulação entre os equipamentos ou integrando a programação de seus projetos especiais como o “Terça da Dança” e o “Música de Domingo”.

“Esse edital integra o Programa de Requalificação dos Teatros Municipais, sendo um dos importantes meios para a composição da programação dos Teatros Francisco Nunes, Marília e Raul Belém Machado, além do Edital de Autorização de Uso dos Teatros Públicos, também publicado e disponível ao público”, explica a diretora de promoção das artes da Fundação Municipal de Cultura, Aline Vila Real. O programa inclui plano de reforma dos espaços, lançamentos de editais e instalação de bilheteria eletrônica, e tem como objetivo aprimorar e ampliar a programação nos teatros públicos municipais.

cleardot.gif


Comentários

Mais lidas

Card image cap
Por que fazemos o que fazemos?

Ler matéria
Card image cap
Projeto Cidade do gás

Ler matéria
Card image cap
1ª corrida contra o câncer beneficia ONG que doa perucas para pacientes oncológicos

Ler matéria
Card image cap
A cultura de um povo

Ler matéria
Card image cap
Uma goleada do Vila da Copa

Ler matéria