Belo Horizonte, 01/03/2021

Público pode aproveitar nova safra de cafés especiais na reabertura da Academia do Café

por redacao | publicado em sexta, 19 de fevereiro de 2021





Entre as novidades estão os cafés Sul de Minas do Marquinho, Rubi do Bruno, Bourbon da Débora e Mokinha do Sheik

A Academia do Café já está novamente em funcionamento para o público e com novidades: nova safra de cafés especiais, comercializados em grão e pó, para levar para casa ou já pronto para consumo diretamente na cafeteria. O estabelecimento está aberto de segunda-feira a sábado, das 10h às 11h para retirada, e de 11h às 18h, para consumo no local.

Entre as novidades, o “Sul de Minas do Marquinho”, diretamente do Sítio Cachoeirinha, em Machado (MG). Inteiramente colhido à mão, tem notas de rapadura, geleia de morango e capim limão. Tem corpo médio, com textura amanteigada e acidez alta de sabor málico tipo morango. Seu retrogosto é limpo e doce.

Também novíssimo é o “Rubi do Bruno | Abacate”. Com características sensoriais de caramelo, pêssego e amêndoas torradas, ele tem corpo médio com acidez, notas cítricas e balanceadas e retrogosto limpo e agradável.

Uma das surpresas da temporada é o “Bourbon da Débora”. A lavoura foi plantada na fazenda Boa Esperança há quatro anos e tem edição limitada, já que a colheita foi seletiva. Depois de maduro, foi colhido grão a grão, inteiramente descascado, o que resultou em uma textura amanteigada, acidez balanceada e um gostinho de caramelo.

Já o “Mokinha do Sheik” é da variedade Rubi e foi utilizado o processo de fermentação e desmucilação. O resultado? O sabor de baunilha, caramelo e manteiga, com corpo médio e textura amanteigada, acidez cítrica com notas de limão Tahiti balanceada e retrogosto limpo. Trata-se de um lote exclusivo feito para o cliente Ibrahim, do Espresso Lab em Dubai, que tem o título de Sheik. É um lote limitado e exclusivo, que o público só encontra na Academia do Café e em Dubai.

O “Blend da Hora” já é o queridinho de muitos e a nova safra também promete conquistar o paladar do público. O blend de cafés das Fazendas Esperança e Casal, conta com o processo cereja descascado e natural. Com aroma apresentando notas acastanhadas e achocolatadas (características do cerrado) este café ainda apresenta corpo cremoso com textura aveludada e retrogosto prolongado com notas de chocolate, nozes, amêndoas e baunilha.

Todos os protocolos de prevenção ao Covid-19 indicados estão em vigor na cafeteria. O público encontra todo o cardápio da Academia do Café via QR Code, direto no celular, e as mesas estão espaçadas, respeitando o distanciamento recomendado. O álcool em gel está disponível já na entrada e em vários locais do ambiente.

Guardanapos, adoçantes e açúcar não ficam mais na mesa, mas podem ser solicitados e o cliente recebe em sachês individuais. O uso de máscaras é obrigatório enquanto não estão se alimentando.

Os cafés especiais também podem ser solicitados na loja virtual, com entrega para todo o Brasil. O famoso Drip Coffee, que proporciona rapidez, comodidade e praticidade também é uma das opções, assim como o Cold Brew e utensílios como moedores, cafeteiras, balança dosadora, suporte para filtro e clever coffee dripper.

Sobre a Academia do Café

A Academia do Café surgiu em 2011 como um espaço onde fosse possível educar os produtores de café sobre a qualidade do que era produzido e como melhorar. A partir de então, outras necessidades surgiram, desde a oferta de curso de baristas à apreciação de cafés especiais. O resultado, é a união, em um só lugar, de tudo aquilo que profissionais, comerciantes e amantes do café precisam.

Pioneira como espaço de treinamento do ramo e cafeteria de cafés especiais, a Academia é ainda, um laboratório onde é possível avaliar e selecionar lotes especiais que serão fornecidos para o mercado interno e externo.

Foto: Julia Fortini


Comentários