Belo Horizonte, 13/11/2019

Restaurantes investem em projetos arquitetônicos para aliar boa gastronomia e design diferenciado

por Redação | publicado em terça, 16 de abril de 2019



Gustavo Penna, Alfredo Lanna, Mateus Castilho e artista plástica Vânia Braga assinam arquitetura de algumas casas. Elementos contemporâneos e rústicos, releitura de chamas de fogo e valorização da mineiridade são aspectos trabalhados

Na escolha de um bom restaurante para jantar ou almoçar pode ser que a primeira questão a ser analisada seja o cardápio, afinal é ele que caracteriza a personalidade e as características da casa. Mas outro ponto que tem se destacado e tornado fundamental para os proprietários destes estabelecimentos é o design. Estar em um ambiente confortável, bonito e sofisticado é a certeza de uma degustação completa, tanto no paladar, quanto na visão.

Este fator é que tem fomentado, cada vez mais, a presença de arquitetos renomados nos projetos arquitetônicos de alguns restaurantes de Belo Horizonte e atraído clientes que desejam, além de saborear um bom prato, conhecer ambientes novos. Como é o caso da nova unidade do OssO – Mind The Bones, no Serena Mall, em Nova Lima. A casa, sob comando dos sócios Djalma Victor, Paulo Vasconcellos (Bravo Catering), Kadu Fischbacher e Leonardo Bastos, com 600m² e capacidade para 250 pessoas, foi planejada nos mínimos detalhes pelo talentoso e renomado arquiteto Gustavo Penna [responsável também pelo Centro de Convenções Inhotim e pela reformulação do Mineirão, entre outros]. O projeto arquitetônico da casa teve como objetivo unir elementos contemporâneos e rústicos, com uso do ferro, vidro, couro e aramados.

De acordo com Paulo Vasconcellos, um dos sócios, a ideia da arquitetura do local, que foi pensada criteriosamente pelos sócios em conjunto com Gustavo Penna, foi trazer aconchego e charme à casa que por si só já está em um local com vista privilegiada. O chef ainda salienta que a escolha do arquiteto era uma das prioridades e brinca: “Era o Gustavo ou o Gustavo. Temos admiração pelo trabalho que ele realiza e não restavam dúvidas de que no OssO o projeto seria fenomenal.”

O ponto central do design é a parrilla, emoldurada por um vidro e que permite aos visitantes a visualização de toda cozinha. A razão de tanto protagonismo não é por acaso, já que o estabelecimento caracteriza-se pelo preparo de carnes nobres, legumes e até sobremesas no famoso sistema de grelhas móveis, criado pelos argentinos e uruguaios. É a partir da figura da parrilla para a gastronomia, como instrumento que propicia maior sabor à iguaria, sem que a queima do carbono interfira – algo que ocorre com carvão ou madeira – que todo conceito da casa foi planejado.

De acordo com Gustavo Penna, o “fogo” da parrilla pode ser lembrado pelas cores das paredes, do forro e da luz âmbar. O forro, por exemplo, em Grid Grid – painéis em estrutura metálica, com design de Greco Design, feito especialmente para o restaurante – é outra ‘estrela’ do projeto arquitetônico da casa, que chama a atenção dos clientes, por ter tons de amarelo, laranja e vermelho, o que remete as chamas.

Além disso, o mobiliário, produzido exclusivamente para o restaurante, é de criação da Prodomo Design, com destaque para as mesas em réguas de eucalipto tratado e os assentos em couro ecológico. Já as cadeiras, do designer Olavo Machado Neto, foram feitas em estrutura de aço, enquanto o assento e encosto em chapa de aço. Outro ponto forte da casa são os painéis de couro de vaca, que dão uma identidade única ao restaurante e atraem a atenção de todos para um cenário de plano de fundo.

Outro caso de sucesso é a Panorama Pizzaria, nova casa, na Rua Sapucaí, no bairro Floresta. O nome não é por acaso e simboliza algo que os arquitetos Mateus Castilho e Alfredo Lanna, que também é sócio da casa, resolveram ressaltar com a aprovação dos outros sócios: um belíssimo panorama da capital mineira. Para ajudar na observação da vista, foi instalado um binóculo na varanda do local, garantindo aos frequentadores momentos especiais de contemplação. É possível avistar os arcos do Viaduto de Santa Tereza, pinturas do Circuito de Arte Urbana – CURA.ART, Praça da Estação e outros pontos da região central.

Logo na entrada, uma escadaria surpreende os clientes e transmite o conceito da casa, que é a valorização da mineiridade, pontos tradicionais da cidade e a história de BH, por meio de um revestimento em “lambe-lambes”, produzidos pelo artista Luís Matuto, tipografia com tipos móveis de madeira e de forma artesanal, no Coletivo 62 Pontos, que foram colados nas duas paredes laterais da escada, com temas que fizeram parte da história da cidade, como Hilda Furacão, Serraria Souza Pinto, Loira do Bonfim, Othon Palace, Viaduto Santa Tereza, entre outros.

Segundo Alfredo Lanna, o projeto arquitetônico é contemporâneo, mas com influências no estilo art decó, movimento que afetou setores diversos como artes visuais, arquitetura, design de interiores e outros, que teve seu ápice nos anos 20: “O projeto, implantado num antigo apartamento, teve como principais premissas os seguinte pontos: relação contemporâneo x art déco; permeabilidade visual com o exterior (ênfase no diálogo com a paisagem); minimização de construções e demolições durante a obra, fluxograma para atendimento e preparo de alimentos, e, finalmente, a experiência do usuário, incluindo via pública, escadaria, recepção, paisagem, bar e mesa.”

O ambiente ainda é enriquecido com gravuras e painéis do artista Luis Matuto, que representou nas paredes a fauna e a flora das Minas Gerais, assim como pelo projeto paisagístico de Cacá Cabral, da Avenca Paisagismo, que partiu da intenção de contrastar o concreto/urbano com a leveza e o frescor das plantas.

O proprietário do Baby Beef Steakhouse, na Avenida Raja Gabaglia, no bairro São Bento, Yago Furlan, por exemplo, também não abriu mão de um design moderno e sofisticado para a casa que foi inaugurada em setembro do ano passado. Erguido em um terreno de 6.000 m², com 2.100 m² de área construída, o espaço da churrascaria possui a mesma identidade da primeira casa, com revestimentos em mármore, mesas de madeira, belos trabalhos com gesso no teto, iluminação moderna e muitas obras de arte, incluindo quatro esculturas de panteras negras da artista plástica mineira Vânia Braga.

Yago Furlan salienta que as propostas dos restaurantes devem sempre priorizar o bem-estar dos clientes, mas acima de tudo causar impacto aos olhos e ao paladar: “É preciso que cardápio e arquitetura estejam em sintonia. O consumidor deve estar à vontade no ambiente e sentir o impacto do prato bem servido à decoração”. Em comum discurso, Paulo Vasconcellos afirma que a qualidade do cardápio faz dele uma referência e o design - o projeto arquitetônico em si - integra a personalidade criada pelo menu. “O espaço deve encantar e se tornar um lugar de apreciação do que a gastronomia mais reforça: a genuína arte do amor à cozinha e à mesa”, finaliza Alfredo Lanna.

Serviço:

OssO – Mind The Bones

Endereços:

Rodovia MG 030, Rod. Januário Carneiro, 8625 - Vale do Sereno, Nova Lima

Telefone: (31) 3694- 2731

R. São Paulo, 1984 – Lourdes

Telefone: (31) 3292-8235

Panorama Pizzaria

Endereço: Rua Sapucaí, nº 533 – Bairro Floresta

Telefone: 2510-5002 (A partir de 18h)

Funcionamento: Terça a domingo, de 18h a 00. Domingo de 18h às 23h

Baby Beef Steakhouse

Endereço: Avenida Raja Gabaglia, 2271 – Bairro São Bento

Telefone: (31) 3370 - 0694

Horário de funcionamento: segunda a sábado, de 12h à 00h | domingo das 12h às 21h30


Comentários