Belo Horizonte, 21/08/2019

Sabores e experiências gastronômicas da culinária mineira serão apresentadas em roteiro pela capital e em Ouro Preto

por Redação | publicado em segunda, 24 de setembro de 2018



Roteiro Gastronômico Belo Horizonte e Ouro Preto, guiado pelo Chef Rusty Marcellini, desbrava a variedade gastronômica encontrada na região e proporciona experiências marcantes e diferenciadas; excursão começa no dia 10 de outubro e contempla visitas a diversos pontos turísticos

A diversidade de sabores da culinária típica de Minas Gerais, reconhecida em nível nacional e internacional, proporciona experiências gastronômicas marcantes e é uma das maiores manifestações culturais do estado. Para possibilitar a experimentação de parte dessa grande riqueza, o renomado ChefRusty Marcellini vai realizar, entre os dias 10 e 14 de outubro, em parceria com o hotel Ouro Minas, oRoteiro Gastronômico Belo Horizonte e Ouro Preto. O valor do pacote, por pessoa, em acomodação dupla sai a R$ 2.640 e em acomodação single por R$ 3.190. O pacote inclui estadias no hotel Ouro Minas, diária em hotel 4 estrelas em Ouro Preto, translado e as refeições em restaurantes de alta gastronomia. A excursão também inclui, por exemplo, visitas à produção de doces de São Bartolomeu (distrito de Ouro Preto) e ao Mercado Central, aulas degustação de queijos e azeites mineiros, tour guiado pelo Conjunto Arquitetônico da Pampulha, que é patrimônio cultural da humanidade, entre diversas outras atividades.

Ao longo do roteiro gastronômico, os participantes terão assessoria especial do chef Rusty Marcellini, é o que destaca a gerente de Marketing e Relacionamento do Ouro Minas, Monaline Alvarenga. “O Rusty é um pesquisador da gastronomia brasileira, especialmente mineira, e oferece aos viajantes achados gastronômicos, aqueles que só quem conhece bem o destino sabe onde encontrar. O melhor bolinho de bacalhau de uma cidade, onde se encontra o chopp mais gelado, a comida mais caseira, o doce mas saboroso. Enfim, as riquezas que os turistas levariam tempo para descobrir sozinhos. Ele facilita estas experiências gastronômicas únicas e o Ouro Minas enriquece essa experiência ao proporcionar a melhor hospedagem durante o roteiro”, enfatizou. O Ouro Minas oferece estrutura moderna, café da manhã completíssimo e variado com tradicionais quitutes mineiros, buffet com pães, frutas, bolos, sucos naturais e as deliciosas estações de crepes e omeletes preparados na hora. Para o descanso e divertimento dos turistas, o Ouro Minas ainda oferece Health Center 24 horas, com piscina térmica, sauna a vapor e seca, fitness center, sala de jogos e massoterapia, solarium com duchas e espreguiçadeiras.

Experiências diferenciadas em Ouro Preto e Itabirito

Na quarta-feira, dia 10 de outubro, primeiro dia do roteiro gastronômico, os participantes serão recepcionados no Hotel Ouro Minas e terão jantar de boas-vindas no Restaurante Quinto do Ouro. Já no dia 11, a excursão sai com destino a Itabirito, onde serão feitas visitas à mercearia Paraopeba, que é o ponto de venda mais famoso de Itabirito e de Minas Gerais. A mercearia existe desde 1894 e recebe visitantes de diversos estados brasileiros. É famosa por ainda praticar o escambo, ou seja, a troca de mercadorias por outras, sem usar dinheiro, mas apenas com fornecedores antigos. Outro ponto de visitação será a Fazenda Capri-Vita, que tem criação de cabras que produzem leite para a produção de queijos artesanais, como o frescal, boursin e laziza (tipo árabe). A hospedagem neste dia será em Ouro Preto e os participantes almoçarão no restaurante Chafariz e jantar no O Passo.

Feriado nacional com visitas à produção de doces e point gastronômico

Na sexta-feira, dia 12 de outubro e feriado nacional, as visitas começam em São Bartolomeu, distrito de Ouro Preto, que mantém tradição na produção de goiabada e outros doces, feitos por pequenos artesãos. Um dos produtores mais conhecidos é o Edu Tijolo, cujo apelido existe porque os doces são vendidos em “tijolos”. A excursão segue para uma degustação de bolinhos de bacalhau no Bar do Nonô, ponto de encontro de moradores e turistas. O bar serve o famoso bolinho de bacalhau, criado pela mãe de Nonô, na década de 90, um petisco único que é procurado por todos que passam pelo distrito.

Um dos principais points gastronômicos de Nova Lima, o Mercado da Boca também está no roteiro gastronômico do dia. O local é considerado um dos primeiros food halls do Brasil. Um enorme galpão abriga diferentes tipos de segmentos, incluindo vinhos, cervejas artesanais, e também emporium, restaurante e lojas. De volta ao Ouro Minas, os participantes terão aula-degustação de queijos com o jornalista gastronômico Eduardo Tristão Girão e aula de azeites mineiros com a azeitóloga, estudiosa e degustadora de azeites Ana Beloto. O jantar será no Domenico Pizzeria & Trattoria, uma das melhores e mais tradicionais casas italianas do Brasil.

Mercado Central é um dos destaques da excursão

Seguindo a programação, no sábado, dia 13, a excursão vai à Casa Bonomi, uma das padarias mais tradicionais de Belo Horizonte. Um dos pontos altos da excursão é a visita ao Mercado Central de BH, centro de comércio com quase 90 anos de história e mais de 400 lojas, atrai todos os dias milhares de visitantes de todos os lugares do Brasil e do mundo e, em seus corredores, guarda grandes memórias e muitas histórias. O chef segue com o grupo para a Praça do Papa, onde se tem vista panorâmica de quase toda Belo Horizonte. O almoço será no Cabernet Butiquim, bar de vinhos que tem a proposta de um serviço bem descontraído. À tarde, os participantes terão tarde livre no Ouro Minas e poderão aproveitar todo o conforto da estadia no hotel. O jantar será com menu degustação no restaurante Glouton.

Programação encerra com feira e visita a Patrimônio Cultural da Humanidade

No encerramento do roteiro gastronômico, o participante irá visitar a Feira Hippie, maior feira de artesanato e variedades a céu aberto da América Latina. Depois, visitarão todo o Conjunto Arquitetônico da Pampulha, reconhecido como patrimônio cultural de humanidade pela Unesco. O complexo modernista criado por Oscar Niemeyer foi construído na década de 40 e é composto pelo Museu de Arte da Pampulha, a Casa do Baile, a Igreja São Francisco e o Iate Tênis Clube. O último almoço acontece no Restaurante Xapuri, reconhecido pela sua excelência na gastronomia mineira.

Conheça o Chef Rusty Marcellini

Rusty Marcellini é mineiro de Belo Horizonte e formado em cinema e em roteiro. Trabalhou como cozinheiro e consultor gastronômico em restaurantes de Belo Horizonte, São Paulo e Estados Unidos, antes de se dedicar à pesquisa gastronômica. É autor e fotógrafo da série de livros “Caminhos do Sabor” (Ed. Gutemberg), dos livros “Expedição Brasil Gastronômico – vl. 02 e vl. 03” (Ed. Melhoramentos) e “Das Tranças de Maria ao Maria das Tranças”. Foi o responsável pela pesquisa e consultor do livro “A Cozinha Caipira de Chico Bento” (Ed. Senac).

Na TV, foi o diretor e o apresentador do programa Trilhas do Sabor, exibido na Rede Minas de Televisão entre 2010 e 2013. Entre 2013 e 2016, foi o coordenador da Expedição Fartura Gastronomia, que percorreu inúmeros estados brasileiros em busca da descoberta de pessoas que colaboram para a cadeia produtiva gastronômica no país. Entre 2014 e 2016, foi o curador do Festival de Cultura e Gastronomia de Tiradentes e dos eventos Fartura Belo Horizonte, Fartura Fortaleza, Fartura Porto Alegre, e Fartura São Paulo.

Rusty organiza e realiza excursões gastronômicas pelo Brasil e pelo mundo. Entre os lugares visitados, destacam-se: no Brasil, São Paulo, Brasília e Pirenópolis; e no exterior, Portugal e Peru. Atualmente, é comentarista de gastronomia dos programas CBN Sabores (rádio CBN em rede nacional), CBN Sabores BH (rádio CBN em rede local), Encontro com Fátima Bernardes (TV Globo) e jurado do reality Cozinheiros em Ação (canal GNT).

SERVIÇO

Roteiro Gastronômico Belo Horizonte e Ouro Preto

Data: de 10 a 14 de outubro

Vagas limitadas

Mais informações: https://www.ourominas.com.br/roteiros-com-rusty-marcellini


Comentários